Nossas Marcas

A caprinocultura de leite do Brasil se iniciou, de forma tecnificada, na década de 70, tendo passado por períodos de altas e baixas na década de 80 e se afirmou como negócio na década de 90, com desenvolvimento acelerado nos anos 2000.

Carecemos, entretanto de mais profissionalismo, assim com de investimentos empresariais, o que não dispensa maior atenção dos governos que desconhece a caprinocultura como fonte de empregos, rendas, impostos etc, propiciando melhor qualidade de vida aos produtores rurais, que assim podem viabilizar suas propriedades, normalmente pequenas, tocadas pela agricultura familiar.

Neste contexto, o Rancho das cabras, instalado em apenas 1 hectare, vem desenvolvendo um projeto de caprinocultura já destacado no país, ao longo de seus 20 anos de existência, senão vejamos:
  • Está entre os 5 principais plantéis de cabras de melhor genética Saanen do país, tendo conquistado 75 prêmios, no período de 1999 a 2005, sendo 40 em torneios leiteiros;
  • Vem se colocando entre os 3 principais criatórios produtores de matrizes premiadas em torneios leiteiros oficiais, tendo cabras premiadas em Minas Gerais, nos municípios de Jacutinga, Coronel Pacheco, Muriaé, Vieiras, Divino, Carangola, Pará de Minas, Delfim Moreira e Leopoldina; em São Paulo,em Itapira e São João da Boa Vista e no Estado do Rio de Janeiro, em Resende e Porciúncula. Está entre os 5 criatórios mais premiados no “ranking” nacional de cabras mais produtivas, em torneios leiteiros oficiais, em todos os tempos;
  • Ainda sobre torneios leiteiros oficiais, o Rancho das Cabras consta no “ranking” nacional, com 6 premiações de destaque, que são as seguintes: 7ª cabra mais produtiva do país, na categoria cabra adulta, com produção média de 10,142 quilos de leite; a 3ª cabra mais produtiva do país, na categoria cabra jovem, com produção média de 8,384 quilos de leite e a 4ª cabra mais produtiva do país, na categoria cabrita, com produção média de 7,452 quilos de leite. Produziu e possui também, no referido “ranking” a 12ª e a 20ª cabra mais produtiva da categoria cabra adulta e a 19ª da categoria cabra jovem;
  • Vem se destacando também em exposições e julgamento de pistas, tendo conquistado prêmios na Capital de São Paulo, em Jacareí e em São João da Boa Vista. Também conquistou prêmios em Resende, RJ e Belo Horizonte, MG.
  • No plantel de 110 matrizes puras de origem (PO), as cabras em produção, têm a média diária de 3 quilos de leite por dia, durante as lactações de, em torno de 300 dias e, no pico de lactação, tem 10,142 quilos, 9,095 e várias cabras com mais de 8 quilos de leite por dia. As cabras com menos de 5 quilos de leite, no pico de lactação são descartadas (sem registro genealógico) e as cabritas de 1ª cria recebem o mesmo tratamento quando não atingem 3 quilos de leite por dia;
  • Seus reprodutores são de alta linhagem, tendo servido, durante sua história, bodes do Caprilbraz, do Capril AF Vitória, do Capril Serra de Andradas, do Capril Por do Sol e do próprio Rancho das Cabras, tendo um deles produzido 28 cabras de 5 quilos de leite, na primeira cria e outro produzido 8 cabras de 7 quilos, também na primeira cria.
  • A seleção de bodinhos para venda como reprodutores é rigorosa, apenas sendo apartados os animais cujas mães produzam mais de 7 quilos de leite por dia e pais provados.
ranchodascabras@gmail.com - Telefone: (21) 99947-8365
RANCHO DAS CABRAS - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS