O Leite de Cabra

O leite de cabra é considerado um dos alimentos mais próprios ao consumo humano, em função das suas características físicas e químicas, e vem se destacando como complemento alimentar de idosos, convalescentes, crianças alérgicas, bem como dos adeptos a alimentos naturais. É considerado o principal sucedâneo do leite materno, pela sua semelhança.

DIGESTIBILIDADE
É de alta digestibilidade, pelo reduzido tamanho e dispersão de seus glóbulos de gordura e dos caracteres próprios de sua proteína. A caseína do leite de cabra, durante o processo de digestão, forma coágulos de granulação fina e macia, menos resistentes do que os demais leites, o que facilita a digestão, sendo desintegrados mais rapidamente pelas enzimas do estômago (1). O leite de cabra tem 28% dos glóbulos de gordura inferior ou igual a 1,5 microns, enquanto no leite de vaca não passa de 10%. Normalmente, o diâmetro dos glóbulos de leite varia entre 1 e 10 microns (1). Há informações de que enquanto o leite de cabra leva 40 minutos para ser digerido, o leite de vaca permanece mais de 2 horas no estômago.

GORDURA E COLESTEROL
É notória a diferença existente entre os tipos de ácidos graxos da gordura do leite de cabra, em comparação com o leite de vaca. O leite de cabra apresenta 18% de ácidos graxos de cadeia curta, o que representa o dobro do encontrado no leite de vaca. Os ácidos graxos de cadeia curta (de 4 a 10 carbonos) contidos no leite de cabra são os capróicos, caprílico e cáprico. Os ácidos graxos de cadeia curta de carbonos, representados pelos capróicos (6 carbonos), caprílicos (8 carbonos) e cápricos não elevam, no sangue, o colesterol, tão pouco a lipoproteina aterogênica (ldl) - que transporta colesterol para as coronárias (2)

VALOR NUTRITIVO
Seu grande valor nutritivo é decorrente da riqueza em extratos secos (proteínas, gorduras, vitaminas e sais minerais) e, por ser de reação mais alcalina, dificilmente azeda no estômago, razão pela qual é muito eficiente no auxílio de tratamento de cólicas intestinais (1). Ele atua também no sistema imunológico, aumentando a resistência a doenças comuns como gripes, bronquites e alergias.

PREVENÇÃO DE ALERGIAS
Conforme pesquisa realizada pela UFRJ, cerca de 7% dos recém nascidos são alérgicos ao leite de vaca. A alergia, freqüentemente, se pronuncia através de eczemas, dores abdominais, distúrbios epigástricos, diarréia, vômito, descarga nasal e auricular, erupções de pele, asma e colite. (3)

PESQUISA INTERNACIONAL
Através de palestra proferida na Inglaterra a Pediatra Inglesa Vera Walker, que há mais de 30 anos pesquisa o uso terapêutico do leite de cabra, informou que em 300 casos cujos diagnósticos acusaram alergia à lactoalbumina do leite de vaca a principal causa da asma, 270 tornaram-se livres dos sintomas em seis semanas, após substituírem o leite que usava pela mesma quantidade do leite de cabra. A referida pesquisadora informou também que entre 1.682 pacientes com enxaqueca alérgica, encontrou 1.460 acometidos devido à alergia alimentar e destes, 92% tinham a alergia provocada pelo uso de leite de vaca e derivados, que ao serem substituídos pelo leite e queijo de leite de cabra, tiveram seus males sensivelmente reduzidos.

FONTES DE CONSULTAS
  • 1) EXTRAIDO DO LIVRO FABRICAÇÃO DE QUEIJO DE LEITE DE CABRA, DE MÚCIO MANSUR FURTADO (DOUTOR), EDITORA LIVRARIA NOBEL S.A.
  • 2) EXTRAIDO DO LIVRO CORONÁRIAS SEM ENFARTO, DO MÉDICO FLÁVIO ROTMAN, EDITORA RECORD.
  • 3) JORNAL DO BRASIL
SÍNTESE REALIZADA SOB A RESPONSABILIDADE DO RANCHO DAS CABRAS


1 - MITOS, PRECONCEITOS E EXAGEROS SOBRE O LEITE DE CABRA
  • O leite de cabra não é mais forte do que os demais leites. Ele é sim de muito mais fácil digestão e muito melhor aproveitado pelo organismo humano. O alto valor nutritivo do leite de cabra resulta de da riqueza de extratos secos e digestibilidade;
  • O leite de cabra não é remédio, como afirmam muitos, é sim um grande alimento, conforme informações abaixo;
  • O leite de cabra não tem odor desagradável, a não ser quando a cabra é ordenhada em locais sujos, ou se o bode vive junto com a fêmea;
  • Pelas razões acima, organismos debilitados, crianças e idosos podem melhorar a digestão de leites, quando, por indicações médicas, consumirem leite de cabra.
2 – INFORMAÇÕES TÉCNICAS SOBRE O LEITE DE CABRA
  • O leite de cabra apresenta 18 % dos ácidos glaxos de cadeia curta (de 4 a 10 carbonos) na composição da gordura, e o leite de vaca apresenta a metade;
  • O diâmetro dos glóbulos de gordura do leite de cabra e de vaca varia de 1 a 10 microns, porém 28 % dos glóbulos do leite de cabra apresentam diâmetro igual ou inferior a 1,5 microns, contra apenas 10 % no leite de vaca. Esses glóbulos apresentam grande dispersão;
  • Os caracteres próprios da caseína do leite de cabra, durante a digestão, formam coágulos menos resistentes, com maior facilidade de desagregação do que o do leite de vaca e podem ser desintegrados mais rapidamente pelas enzimas protolíticas. É um leite naturalmente homogeneizado;
  • Além disto, os microglóbulos e sua dispersão, assim como os ácidos glaxos de cadeia curta, também justificam sua grande digestibilidade para idosos e crianças;
  • Sendo o leite de cabra de reação alcalina, dificilmente azeda no estômago, razão pela qual é muito eficiente no tratamento de cólicas de crianças novas;
  • O teor de vitamina “A” do leite de cabra supera, em muito, o leite de vaca e o humano. Quando aos elementos minerais, o leite de cabra é semelhante ao leite de vaca, notadamente quanto ao cálcio e fósforo.
3 – O LEITE DE CABRA FRENTE AS ALERGIAS
  • A Médica Pediatra inglesa Vera Walker pesquisou, durante mais de 25 anos, o leite de cabra e suas relações com algumas alergias e chegou à conclusão de que, das crianças alérgicas ao leite, apenas 1% não tiveram seus problemas resolvidos com o leite de cabra;
  • Segundo a pesquisadora, bebês sensíveis ao leite podem pertencer a um dos seguintes grupos: a) alérgicos a um fator espécie-específico da lactoalbomina bovina (a maior parte); b) aqueles sensíveis a um fator comum a todas as lactoalbominas animais (mas não às humanas), ou c)aqueles sensíveis à caseína
  • Vera Walker informou que são os seguintes os sintomas dos alérgicos ao leite de vaca: eczemas, náuseas, dores abdominais, distúrbios epgástricos, diarréias, vômito, convulsão, asma colite, enxaqueca, descarga nasal e catarro crômico;
  • Em 300 casos de alergia à lactoalbomina do leite de vaca, 270 tornaram-se livres dos sintomas em seis semanas, quando houve a substituição pelo leite de cabra, de acordo com a pesquisadora;
  • Informou ainda a pesquisadora que, em 1.682 pacientes com casos de enxaquecas alérgicas, 1.460 são devido à alimentação e destes, 92 % são devido ao leite de vaca e queijos. O leite de cabra, em substituição, reduziu esses problemas;
4 – CURIOSIDADES SOBRE O LEITE DE CABRA
  • O Papa Leão XII atribuía sua longevidade e memória ao leite de cabra;
  • Mahatman Gandi alimentava-se exclusivamente de frutas e leite de cabra;
  • A Cleópatra tomava banho com leite de cabra, bebia regularmente e era massageada com o soro da coalhada de leite de cabra;
  • Os antigos atribuíam ao leite de cabra a cura de bronquites, distúrbios gastrointestinais e fraquezas.
5 – INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES
  • É de responsabilidade do Rancho das Cabras esta pesquisa bibliográfica e os livros, revistas, apostilas técnicas e relatórios de pesquisas se encontram à disposição dos interessados, no endereço abaixo;
  • Durante mais de 20 anos, o Rancho das Cabras vem fornecendo leite de cabra, destinado a crianças alérgicas, parte por prescrição médica, parte por iniciativa dos pais e já presenciou mais de 500 problemas solucionados;
  • Qualquer distúrbio ou doença deve ser tratado através de consulta médica, mesmo que a substituição do leite de vaca pelo de cabra vá solucionar;
  • O Rancho das Cabras possui um plantel de 110 animais de linhagem leiteira, tratados dentro de técnicas arrojadas e está à disposição de interessados para visitação e discussão das informações;
  • Nossos produtos são fiscalizados e inspecionados pela Vigilância Sanitária da Secretaria de Saúde de Poços de Caldas.
6 – PRODUTOS, SISTEMA DE VENDAS E ENTREGA A DOMICÍLIO
  • O Rancho das Cabras produz e vende leite de cabra integral pasteurizado; leite de cabra integral pasteurizado, congelado; queijos de cabra dos tipos boursin, chancliche, ervas finas e italiano. Estão em fase de teste o doce de leite de cabra e o iogurte de leite de cabra;

A história conta que Cleópatra, rainha do Egito, banhava-se com o leite cabra, a fim de conservar sua pele jovem e macia. A explicação é que o leite de cabra tem micro moléculas de gorduras, que são facilmente absorvidas pela pele, recompondo a camada oleosa e natural. Também é por este motivo que muitos fabricantes de cosméticos e cremes hidratantes utilizam o leite de cabra como matéria-prima em seus produtos.

A história conta também que muitos séculos depois da admiração de Cleópatra pela cabra e seu leite, o Hindu Mahatma Gandhi, lider pacifista, fazia uma grande propaganda do leite de cabra como alimento de qualidade e, inclusive, transportava consigo, em suas pregações e viagens, uma cabra leiteira para sempre ter o precioso alimento à disposição.

Muito tempo se passou desde então para que a ciência pudesse medir e quantificar as qualidades e propriedades dos diferentes leites de origem animal, entendendo estas diferenças.

O quadro abaixo mostra a composição do valor nutritivo entre o leite de cabra e outros tipos de leite.

Comparação do valor nutritivo entre o leite de cabra e outros tipo:

100g DE LEITE CALORIAS EM GRAMAS EM MILIGRAMAS
UMIDADE PROTEÍNA LIPÍDIOS MINERAIS VITAMINAS
CÁLCIO FÓSFORO FERRO B1 B2 B3 C
CABRA 92 83,6 3,9 6,2 190 129 0,2 0,06 0,19 0,3 1
VACA 63 87,7 3,1 3,5 114 102 0,1 0,04 0,14 0,2 1
BÚFALA 115 81,0 5,2 8,7 210 101 0,1 0,04 0,16 0,1 1

A cabra foi domesticada desde os primórdios da civilização. Quando o homem ainda nem conhecia a vaca ele já utilizava o leite de cabra como substituto do leite humano.

Consistente, rico em vitaminas e facilmente assimilado pelo organismo, o leite de cabra é indicado na alimentação de crianças com problemas de assimilação de gorduras de produtos de origem animal. É um leite naturalmente homogeneizado, ou seja, quando congelado não separa sua gordura, o que não acontece com o leite de vaca. Por isso é que sorvetes fabricados com o leite de cabra são muito mais saborosos.

O leite de cabra é uma das mais importantes fontes de cálcio, fósforo, vitamina A e vitamina D. É de fácil digestão, pois suas gorduras são de moléculas micro, ao contrário do leite de vaca, que possui moléculas de gordura macro, de digestão mais difícil. É um leite encorpado, rico em proteínas e cálcio com uma cor branca mais acentuada e muito mais saboroso.

Pessoas alérgicas ao leite de vaca podem adotar o leite de cabra e ainda desfrutar de todas as suas outras propriedades.

As pessoas convalescentes, crianças e idosos com problemas ósseos, e também quem gosta de saborear um bom leite, têm no leite de cabra estas importantes propriedades.

O leite de cabra deve ser congelado para garantir a preservação de todas as suas vantagens e assegurar sua qualidade.

Calidad de Las Cabras

Desde hace un tiempo se conoce a la cabra como productora de una leche muy rica y considerada la única nodriza de la humanidad; gracias a su hábito de mamoneo puede satisfacer sus necesidades alimenticias mejor que otras especies, en aquellos lugares en que la disponibilidad de agua para producir forrajes es muy limitada por ejemplo, en regiones áridas y semi- áridas en donde la cabra proporciona leche y carne a la población.

Debido a la semejanza con la leche de la mujer y su fácil digestión, hacen que los niños de poca edad puedan tomarla sin riesgos, lográndose así un buen sustituto de la leche materna.

Importancia de la Leche de Cabra en la Alimentación Humana.

La leche de cabra presenta un contenido bueno de proteínas, materia grasa, azúcares, vitaminas A y B, calcio, fósforo y potasio, su contenido en sodio es más bajo siendo este un aspecto particularmente importante para ciertas aplicaciones dietéticas.

Experiencias Médicas

Las experiencias realizadas han determinado que aquellas eritemas de los niños que resisten al tratamiento farmacológico se curen, reemplazando la leche de vaca por la leche de cabra.

Sorprendentes son los resultados obtenidos en el empleo de la leche de cabra en la hipertrofia de los niños, su buena digestibilidad, asociados al aporte de proteínas, vitaminas y sales minerales permiten compensar el retraso ocurrido durante el desarrollo y permite un ritmo normal de crecimiento.

Por sus características particulares es recomendable en la alimentación de los ancianos, en la predieta y post operatorio, enfermedades infecto-contagiosas, tuberculosis y úlceras gastrointestinales.

Por otro lado, investigadores franceses demostraron que la molécula de caseína en la leche de vaca es estructuralmente diferente a la de la cabra, allí se encontraría la principal razón por la que un niño sea alérgico, parecen ser hoy más comunes que antes en especial en niños de corta edad.

La recomendación de leche de cabra en estos casos ha dado buenos resultados.

DISQUE LEITE DE CABRA
TEL.: (35)3712-6665 e 9987-5851
ranchodascabras@gmail.com - Telefone: (21) 99947-8365
RANCHO DAS CABRAS - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS