Nosso Plantel de Elite

MATRIZES REPRODUTORES


Matrizes

ACOMPANHAMENTO DA GENEALOGIA DAS MATRIZES DE ALTA PRODUTIVIDADE, NASCIDAS NO RANCHO DAS CABRAS.

O plantel do Rancho das Cabras é composto de 100 animais, sendo 35 matrizes em produção; 35 novilhas; 20 cabritas e 10 machos, entre reprodutores e bodinhos.

O plantel é produto de seleção genética rigorosa, tendo partido, em 1985 de 4 cabras Sem Raça Definida (SRD) e hoje todos os animais são Puros de Origem (PO), com alta produção leiteira e conformação dentro dos padrões da raça Saanen.

A seleção genética é baseada em 4 troncos genéticos (famílias), oriundos das seguintes matrizes, ainda nas décadas de 80 e 90: Rosina de Poços de Caldas, Marta de Poços de Caldas, Beré de Poços de Caldas e Pomposa da Serra de Andradas. Estas matrizes produziram as seguintes cabras premiadas, de alta produção e/ou de progênie leiteira superior, hoje posicionadas entre as melhores cabras Saanen do país:

TRONCO 1 - Rosina de Poços de Caldas

DESCENDENTES:

NOME PRODUÇÃO DE LEITE(0) LACTAÇÂO 305 DIAS OBSERVAÇÂO
Alemanha de Poços de Caldas 8,600 Kg 1.152 Kg (1)
Bárbara de Poços de Caldas 9,205 Kg 1.585 Kg (2, 3, 4, 5)
Beladona de Poços de Caldas 10,130 Kg 1.685 Kg (6, 7)
Bósnia de Poços de Caldas 7,545 Kg 935 Kg (8)
Caldas de Poços de Caldas 8,250 Kg (00) (9, 10)
Candeias de Poços de Caldas 5,420Kg (00) (11)
Dacota de Poços de Caldas 5,110 Kg (00) (12)
Dália de Poços de Caldas 5,550Kg (00) (13)
Dinorah de Poços de Caldas 7,450Kg (00) (14)
Elaine de Poços de Caldas 8,110Kg (00) (15)
Elisa de Poços de Caldas 6,215Kg 825 Kg (16)
Elisandra de Poços de Caldas 7,040 Kg --- (17)

OBSERVAÇÕES:

(0) PRODUÇÃO NO PICO DE LACTAÇÃO E NO COCHO, EM TRATO NORMAL, QUANDO NÃO REFERENCIADA EM UM DOS NÚMEROS DA COLUNA OBSERVAÇÕES;

(00) PRODUÇÃO DE LACTAÇÃO FECHADA AINDA NÃO AFERIDA;

(1) A ALEMANHA PRODUZIU 7,150 Kg NA PRIMEIRA CRIA, NO TORNEIO LEITEIRO DE 2001 DE ITAPIRA, SP;

(2) A BÁRBARA É A QUARTA CABRA MAIS PRODUTIVA DO PAÍS, DA CATEGORIA CABRITA (ATÉ 2 DENTES), EM TORNEIOS LEITEIROS OFICIAIS, EM TODOS OS TEMPOS; RJ, PARIDA HA 145 DIAS;

(3). ELA PRODUZIU 7,542 Kg NA PRIMEIRA CRIA, NO TORNEIO DE 2001, DE RESENDE, RJ;

(4) SUA LACTAÇÃO ACIMA TAMBÉM FOI DA PRIMEIRA CRIA;

(5) A BÁRBARA É MÃE DA DINORAH DE POÇOS DE CALDAS, RELACIONADA NO QUADRO;

(6) A BELADONA PRODUZIU 10,130 Kg DE LEITE, NO DIA 5/9/2003, QUANDO EM PREPARAÇÃO PARA O TORNEIO LEITEIRO DE MURIAÉ, MG, ONDE CONQUISTOU O PRÊMIO DE RESERVADA GRANDE CAMPEÃ, COM PRODUÇÃO MÉDIA DE 9,515 Kg DE LEITE;

(7) A BELADONA É A DÉCIMA SEGUNDA CABRA MAIS PRODUTIVA DO PAÍS, NA CATEGORIA CABRA ADULTA, EM TORNEIOS LEITEIROS OFICIAIS, EM TODOS OS TEMPOS;

(8) A BÓSNIA CONQUISTOU O 4º PRÊMIO, CATEGORIA CABRA JÓVEM NO TORNEIO LRITEIRO DE RESENDE, NA 21ª EXPOSIÇÃO NACIONAL DE CAPRINOS, REALIZADA EM 2002, COM PRODUÇÃO MÉDIA DE 6,950 QUILOS DE MÉDIA, TENDO PRODUZIDO NUM DIA O TOTAL DE 7,250 NUM DIA, TUDO ESTANDO NA 1ª CRIA;

(9) A CALDAS CONQUISTOU PRIMEIRO PRÊMIO DE PISTA, CABRA ADULTA, EM JACAREÍ, SP, EM 2005 (JUIZ NORTE AMERICANO);

(10) A CALDAS FOI A GRANDE CAMPEÃ DO TORNEIO LEITEIRO DE RESENDE, RJ, EM 2005, COM PRODUÇÃO MÉDIA DIÁRIA DE 7, 256 QUILOS DE LEITE;

(11) A CANDEIAS TEVE A PRODUÇÃO ACIMA NA PRIMEIRA CRIA;

(12) A DACOTA É MÃE DA ELISANDRA, RELACIONADA NESTE QUADRO;

(13) A DÁLIA É MÃE DA BÁRBARA E DA BELADONA, RELACIONADAS NESTE QUADRO;

(14) A DINORAH PRODUZIU 7,450 Kg DE LEITE NA SEGUNDA CRIA;

(15) A ELAINE PRODUZIU 7,810 Kg DE LEITE NO TORNEIO DE DELFIM MOREIRA, MG, TENDRO TROCADO UM DENTE DOIS DIAS ANTES, O QUE A LEVOU DA CATEGORIA CABRA JOVEM, PARA A CATEGORIA CABRA ADULTA.

(16) A PRODUÇÃO DIÁRIA E DA LACTAÇÃO DA ELISA DE POÇOS DE CALDAS SE REFEREM À 1ª CRIA;

(17) A PRODUÇÃO DA ELISANDRA SE REFERE À 1ª CRIA, OU SEJA, ESTA CABRA, FILHA O RENÉ DO ALGODÃO DOCE, UM DOS REPRODUTORES ATUALMENTE EM SERVIÇO NO RANCHO DAS CABRAS E DA MATRIZ DACOTA, RELACIONADA ACIMADA, PRODUZIU 7,040 QUILOS DE LEITE NA PRIMEIRA CRIA.

TRONCO 2 - Marta de Poços de Caldas

DESCENDENTES:

NOME PRODUÇÃO DE LEITE(0) LACTAÇÂO 305 DIAS OBSERVAÇÂO
Amazonas de Poços de Caldas 10,142 Kg 1,985 Kg (1, 2, 3, 4, 5, 6, 7)
Babilônia de Poços de Caldas 7,515 Kg (00) (8)
Bangladeste de Poços de Caldas 7,410 Kg 1,215 Kg (9)
Budapeste de Poços de Caldas 6,600 Kg (00) (10)
Cambuquira de Poços de Caldas 8,200 Kg 1,335 Kg
Dorinha de Poços de Caldas 6,850 Kg (00) (11)
Elizabeth de Poços de Caldas 5,35º Kg 985 Kg (12)
Emília de Poços de Caldas 7,450 Kg (00) (13)
Hortênsia de Poços de Caldas 5,510 Kg (00) (14)
Martinha de Poços de Caldas 7,200 Kg 1,558 Kg (15, 16)

OBSERVAÇÕES:

(0) PRODUÇÃO NO PICO DE LACTAÇÃO E NO COCHO, EM TRATO NORMAL, QUANDO NÃO REFERENCIADA EM UM DOS NÚMEROS DA COLUNA OBSERVAÇÕES;

(00) PRODUÇÃO DE LACTAÇÃO FECHADA AINDA NÃO AFERIDA;

(1) AMAZONAS DE POÇOS DE CALDAS É A 7ª CABRA MAIS PRODUTIVA DO PAÍS, DA CATEGORIA CABRA ADULTA, EM TORNEIOS LEITEIROS OFICIAIS, EM TODOS OS TEMPOS, COM A PRUÇÃO MÉDIA DE 10,142 QUILOS DE LEITE POR DIA, NO TORNEIO LEITEIRO DE MURIAÉ, MG, EM 2003;

(2) A AMAZONAS É UMA DAS 8 CABRAS DO BRASIL QUE ULTRAPASSARAM A MARCA DE 10 Kg DE LEITE, DE MÉDIA, EM TORNEIOS LEITEIROS OFICIAIS. HÁ NOTÍCIAS DE QUE, EM TODO O MUNDO, APENAS 12 CABRAS ULTRAPASSARAM ESTA MARCA;

(3) A AMAZONA É A 3ª CABRA MAIS PRODUTIVA DO PAÍS, NA CATEGORIA CABRA JOVEM (2ª CRIA - ATÉ 6 DENTES), EM TORNEIOS LEITEIROS OFICIAIS, QUANDO PRODUZIU, EM RESENDE, RJ, NO ANO DE 2001, A EXPRESSIVA MARCA DE 8,384 Kg DE LEITE DE MÉDIA;

(4) A AMAZONAS FOI A RESERVADA GRANDE CAMPEÃ NO TORNEIO LEITEIRO DA 21ª ESPOSIÇÃO NACIONAL DE CAPRINOS, REALIZADA EM RESENDE RJ, EM 2002;

(5) A AMAZONAS CONQUISTOU MAIS SETE PRÊMIOS EM TORNEIOS LEITEIROS OFICIAIS, NO PERÍODO DE 2000 A 2005;

(6) A AMAZONAS CONQISTOU AINDA O 1º PRÊMIO EM PISTA, NA CATEGORIA CABRITA, EM SÃO JOÃO DA BOA VISTA, SP E O 1º PRÊMIO EM PISTA, NA CATEGORIA CABRITA, EM RESENDE RJ, NO ANO DE 2000;

(7) A AMAZONAS RECEBEU 94 PONTOS NA INSPEÇÃO DE REGISTRO GENEALÓGICO (ESCALA DE 50 A 100);

(8) PRODUÇÃO DA BABILÔNIA NA 2ª CRIA;

(9) PRODUÇÃO DA BANGLADESTE NA 1 ª CRIA;

(10) PRODUÇÃO DA BUDAPESTE NA 1ª CRIA;

(11) PRODUÇÃO DA DORINHA NA 1ª CRIA;

(12) PRODUÇÃO DA ELIZABETH NA 1ª CRIA;

(13) PRODUÇÃO DA EMÍLIA NA 1ª CRIA;

(14) A HORTÊNSIA DE POÇOS DE CALDAS É MÃE DA AMAZONAS, DA BABILÔNIA E DA EMÍLIA, CONSTANTES DO QUADRO;

(15) A MARTINHA DE POÇOS DE CALDAS PRODUZIU 5,210 Kg DE LEITE NA 1ª CRIA;

(16) A MARTINHA , PELA PRODUÇÃO ACIMA DE 7 QUILOS, CONFORMAÇÃO EXEMPLAR E LACTAÇÃO LONGA FOI UMA DAS PRINCIPAIS PRODUTORAS DE BODINHOS PARA REPRODUÇÃO, ESTANDO 1 NA RESERVA GENÉTICA DO RANCHO DAS CABRAS; TENDO OS DEMAIS SIDO VENDIDOS, SENDO 1 PARA MATO GROSSO DO SUL; 1 PARA MURIAÉ, MG; 1 PARA SÃO PAULO, CAPITAL; 1 PARA MOGI GUAÇU, SP E OUTRO PARA SÃO SEBASTIÃO DA GRAMA, SP;

TRONCO 3 - Beré de Poços de Caldas

DESCENDENTES:

NOME PRODUÇÃO DE LEITE(0) LACTAÇÂO 305 DIAS OBSERVAÇÂO
Camberra de Poços de Caldas 5,250 Kg (00) (1)
Marcela de Poços de Caldas 9,095 Kg 1,510 Kg (2, 3, 4)
Calêndula de Poços de Caldas 8,100 Kg 1,410 Kg (5)

OBSERVAÇÕES:

(0) PRODUÇÃO NO PICO DE LACTAÇÃO E NO COCHO, EM TRATO NORMAL, QUANDO NÃO REFERENCIADA EM UM DOS NÚMEROS DA COLUNA OBSERVAÇÕES;

(00) PRODUÇÃO DE LACTAÇÃO FECHADA AINDA NÃO AFERIDA;

(1) PRODUÇÃO DA CAMBERRA NA 1ª CRIA;

(2) A MARCELA DE POÇOS DE CALDAS NASCEU EM 1997 E PARIU 10 FÊMEAS E 8 MACHOS EM 6 PARTOS - AGOSTO 1999 (1), JUL 2000 (3), JUNHO 2001 (4) E JULHO 2002 (3); SETEMBRO 2003 (3) JULHO 2004 (4) PRODUZIU 1.400 QUILOS DE LEITE NUMA DAS LACTAÇÕES DE 300 DIAS E 1.510 EM OUTRA;

(3) É A 20ª CABRA MAIS PRODUTIVA DO PAÍS, EM TORNEIOS LEITEIROS OFICIAIS, EM TIODOS OS TEMPOS, COM PRODUÇÃO MÉDIA DE 8, 740 QUILOS DE LEITE POR DIA;

(4) A MARCELA CONQUIATOU A SEGUINTE PREMIAÇÃO:
  • 4º PRÊMIO CABRA ADULTA NO TORNEIO DE RESENDE, RJ, EM 2001;
  • 2º PRÊMIO, ITAPIRA, SP, MÉDIA DE 8,740 QUILOS E PRODUÇÃO DE 9,095 NUM DIA, EM 2001;
  • RESERVADA GRANDE CAMPEÃ EM ITAPIRA, SP, EM 2001;
  • 3º PRÊMIO EM PARÁ DE MINAS, MG, EM 2001;
  • 4º PRÊMIO EM S. JOÃO DA BOA VISTA, SP, EM 2001;
  • 2º PRÊMIO EM RESENDE, RJ (PISTA);
  • 2º PRÊMIO EM RESENDE, RJ (MELHOR ÚBERE);
  • 2º PRÊMIO EM JULGAMENTO DE PISTA, EM SÃO JOÃO DA BOA VISTA, SP, EM 2000;
  • 3º PRÊMIO MELHOR ÚBERE EM SÃO JOÃO DA BOA VISTA, SP, EM 2000;
  • 3º PRÊMIO NO PRIMEIRO TORNEIO LEITEIRO DE CABRAS DE ITAPIRA, SP, EM 2000;
  • 4º PRÊMIO NO TERCEIRO TORNEIO LEITEIRO DE SÃO JOÃO DA BOA VISTA, SP. EM 2001;
  • 3º PRÊMIO NO PRIMEIRO TORNEIO LEITEIRO DE PARÁ DE MINAS, MG, EM 2001;
(5) A CALÊNDULA É IRMÃ DE BARRIGA DA MARCELA

TRONCO 4 - Pomposa da Serra de Andradas

DESCENDENTES:

NOME PRODUÇÃO DE LEITE(0) LACTAÇÂO 305 DIAS OBSERVAÇÂO
Beatriz de Poços de Caldas 6,530 Kg (00) (1)
Beldroega de Poços de Caldas 6,240 Kg (00) (2, 3)
Carangola de Poços de Caldas 7,120 Kg (00) (4)
Daniele de Poços de Caldas 7,210 Kg (00) (5, 6, 7)
Diadema de Poços da Caldas 6,410 Kg (00) (8)

OBSERVAÇÕES:

(0) PRODUÇÃO NO PICO DE LACTAÇÃO E NO COCHO, EM TRATO NORMAL, QUANDO NÃO REFERENCIADA EM UM DOS NÚMEROS DA COLUNA OBSERVAÇÕES;

(00) PRODUÇÃO DE LACTAÇÃO FECHADA AINDA NÃO AFERIDA;

(1) A BEATRIZ DE POÇOS DE CALDAS É MÃE DA CARANGOLA E DA DIADEMA;

(2) PRODUÇÃO DA BELDROEGA NA 1ª CRIA;

(3) A BELDROEGA DE POÇOS DE CALDAS FOI CAMPEÃ DA “CABRAFEST” DE 2004, REALIZADA EM CORONEL PACHECO, MG, COM A PRODUÇÃO, EM 3 ORDENHAS, DURANTE 36 HORAS, DE 11, 500 QUILOS DE LEITE;

(4) A CARANGOLA CONQUISTOU O 4° PRÊMIO, CATEGORIA CABRITA (1ª CRIA), NO TORNEIO LEITEIRO DE RESENDE, RJ, EM 2002;

(5) PRODUÇÃO DA DANIELE NA 1ª CRIA;

(6) A DANIELE DE POÇOS DE CALDAS FOI A SEGUNDA COLOCADA NA “CABRAFEST” DE 2004, COM 10,200 QUILOS DE LEITE, EM 3 ORDENHAS (36 HORAS);

(7) A DANIELE DE POÇOS DE CALDAS FOI A CAMPEÃ DA “CABRAFEST” DE 2005, REALIZADA EM CORONEL PACHECO, MG, COM A PRODUÇÃO, EM 3 ORDENHAS, DURANTE 36 HORAS, DE 11, 100 QUILOS DE LEITE;

(8) PRODUÇÃO DA DIADEMA DE POÇOS DE CALDAS NA 1ª CRIA.

NOTA: Deixaram de ser incluídas na relação acima cerca de 35 prêmios de pistas, conquistados por cabras e bodes pertencentes às famílias citadas;
contato@ranchodascabras.com.br - Telefone: (21) 99947-8365
RANCHO DAS CABRAS - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Mantido por WTD3 Informática